ALERTA com altura do Rio Uruguai

15 de julho de 2015

A MetSul adverte que vários rios sobem no Estado e vão continuar com seus níveis em elevação, trazendo enchentes que afetarão diferentes comunidades. O Rio URUGUAI estava às 7h desta quarta com 10,7 metros em Porto Mauá no Noroeste, já alagando áreas ribeirinhas, e a MetSul adverte que vai continuar a se elevar com tendência de enchente no Médio Uruguai e na Fronteira Oeste nos próximos dias. Segue chovendo nas nascentes e nos afluentes, e há ainda muita água vindo do Oeste de Santa Catarina.
Já o Rio TAQUARI sobe muito rapidamente entre Lajeado e Estrela. Às 8h da manhã, o nível no Porto de Estrela era de 19,32 metros. No começo do dia (0h) era de 16,18 metros e no começo da manhã de ontem estava em 14,71 metros. Como ainda sobe na parte mais alta do vale, o Taquari tende a se elevar ainda mais no Vale do Taquari com enchente que trará inundações e problemas em rodovias.
Por sua vez, o Rio dos SINOS também sobe no vale. Às 7h estava em 7,01 metros na régua de Campo Bom. No começo do dia (0h) o nível era de 6,87 metros e na mesma hora do dia anterior (7h de terça) estava em 6,52 metros. A MetSul adverte que o Sinos começará a alagar área ribeirinhas nas próximas 24 horas entre Campo Bom e Novo Hamburgo e que a enchente neste segunda metade da semana pode ter média a grande proporção. Em maio de 2008, que teve a maior enchente na região desde agosto de 1965, o nível do Sinos em Campo Bom chegou a 7,80 metros.
O Rio CAÍ também segue subindo no Vale do Caí, porém não com a mesma velocidade do Taquari e Sinos. A chegada de mais água das nascentes na Serra deve manter o quadro de cheia entre São Sebastião do Caí e Montenegro. Em Porto Alegre, o nível do GUAÍBA está em 1,40 metros. O lago passará por cheia com possíveis reflexos nas ilhas da Capital nos próximos dias. Todos os rios cujas águas desembocam no Delta do Jacuí enfrentam cheia e com os seus níveis ainda subindo. Dados indicam uma massa de ar frio ingressando na próxima terça-feira com vento Sul moderado a forte, que coincidirá com o período ao redor do pico da cheia do Guaíba, o que traria represamento e agravamento do quadro. (foto de Porto Mauá nesta manhã do serviço de balsas)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão