Carazinho sediará evento estadual de Ufologia

15 de junho de 2016

Tags:Carazinho
Foto:Diário AM

Evento acontece no próximo dia 25, no Clube Comercial. De 26 dezembro de 2015 a 2 de fevereiro deste ano já foram registrados cerca de 25 avistamentos na cidade, a grande maioria nos Bairros Sommer, Filadélfia, Oriental e Princesa

Sábado (25), a partir das 14h, acontece nas dependências do Clube Comercial de Carazinho, o XVI EGEUS – Encontro de Grupos de Estudos Ufológicos do Sul. O evento é uma parceria firmada entre o Movimento Gaúcho de Ufologia (MGU) e o Grupo de Estudos Ufológicos de Carazinho (GEUC). EGEUS são eventos itinerantes e trimestrais do MGU, organizados pelo Grupo Anfitrião de cada cidade sede. “Eles existem desde 2009 e são realizados com o objetivo de popularizar a compreensão sobre o assunto Ufologia, com sustento em pilares básicos, interdependentes e complementares, qual seja: ciência e espiritualismo”, explica Miriane Prestes Lemes, administradora do grupo de estudos de Carazinho.


Especificamente em Carazinho/RS, no XVI EGEUS, haverá a abordagem sobre diversos temas, sendo que o palestrante Giordano Mazutti Andrade (GEUC), fará uma abordagem inicial relativa à “Operação Prato”, referente a uma investigação militar ultra sigilosa, ocorrida entre os meses de outubro à dezembro de 1977, na cidade de Colares, no Pará, tendo em vista a presença de estranhos corpos metálicos e luminosos não identificados, chamados pela população de “chupa-chupa”, que emitiam raios de luz, causadores de queimaduras, perfurações na pele e mortes.


Em um segundo momento, haverá uma reflexão sobre a existência de vida extraterrestre no Universo, através do expositor Flavio Munaretto (ACPUFO). Em seguida, Euclides Pereira (SIGMA), abordará a Parapsicologia como terceira via de investigação para o fenômeno UFO, sendo que, o evento será finalizado pelo palestrante Carlos Odone (GAIDU), que transmitirá aos presentes o entendimento de que, diante do Fenômeno UFO, cabe ao Ser Humano a aplicação de uma consciência cósmica e abrangente.


Miriane ressalta que os palestrantes pertencem à grupos de estudos ufológicos de várias cidades do Rio Grande Do Sul e adeptos do Movimento Gaúcho de Ufologia, que têm por objetivo atuar como suporte agregador dos grupos ufológicos e ufólogos independentes do Estado.


EVENTO INÉDITO

Em Carazinho, este será o primeiro evento a tratar do tema Ufologia, de uma maneira oficial e aberto ao público em geral. “Conforme estatísticas de outras cidades sede, espera-se a participação em média de 150 pessoas, pois, a expectativa de público em torno de um evento deste gabarito, muda bastante de uma cidade para outra, afinal, as crenças religiosas, as mistificações e preconceitos ainda são fatores que interferem significativamente na quantidade de pessoas presentes”, projeta a administradora.


O Grupo de Estudos Ufológicos de Carazinho (GEUC), foi fundado no dia 7 de março de 2015, por Miriane Prestes Lemes, tendo como principal objetivo a reunião de pessoas com afinidades ao debate dos assuntos envoltos pelo fenômeno UFO, ressaltando que, atualmente o GEUC é coordenado pela fundadora e pelos administradores Yohanna Castilhos, Giordano Mazutti Andrade e Nelson Castilhos.


Segundo Miriane, o objetivo principal do GEUC consiste no desejo de acirrar debates sobre a possibilidade de vida extraterrena, mediante abordagens cientificas e espiritualistas.


UFOS EM CARAZINHO

Ao longo dos anos Carazinho teve casos ufológicos. Um dos mais interessantes, ocorreu no dia 26 de julho de 1965, onde é hoje o Bairro Princesa. Na época, o estudante Adilon Batista de Azevedo, observou uma nuvem em baixa altitude e que liberava um cone de luz. Ele vê surgir um objeto ovoide e dele desce e paira cerca de um metro do chão. No mesmo instante, outro objeto da mesma forma, mas de tamanho reduzido, surge e fica ao lado do primeiro. Do primeiro objeto, saem dois seres humanoides com roupas semelhantes a macacões de mergulho, com capacete, que gesticulam entre si em linguagem desconhecida. De trás de uma parede de poço, Adilon observa o surgimento de outros três seres, um deles continha um pequeno objeto luminoso na mão. Após ficarem cerca de 5 minutos, os dois seres do primeiro objeto adentram no mesmo que faz um ruído e decola em vertical para o céu, sendo seguido pelo outro objeto. O caso, à época, foi estudado pela Sociedade Brasileira de Pesquisas de Discos Voadores (SBPDV).


COMO PARTICIPAR

Para fazer parte do grupo é necessário um contato via correspondência escrita, no endereço: Rua Venâncio Aires, 785, sala 306, Centro. Carazinho ou via internet, na página oficial ou no Facebook e solicitar o formulário de inscrição, com perguntas básicas relacionadas à Ufologia. Caso necessário, o candidato à integrante será convidado para uma entrevista pessoal. Após isso, o ingresso será colocado à apreciação e votação dos administradores do GEUC, que autorizarão a participação em reunião de estudos à contar do mês seguinte. “Aos apreciadores do tema, divulgamos a página do GEUC, qual seja: ufoscarazinho.webdone.com, sendo que, também estamos presentes no facebook, com o nome: “Grupo de Estudos Ufológicos de Carazinho” (Grupo fechado).(Diário AM)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão