CENTENAS DE CAMINHONEIROS DE URUGUAIANA FICAM BLOQUEADOS PELA NEVE NA ARGENTINA

14 de junho de 2016

Tags:Argentina
Foto:Diário da Fronteira

Além da viagem prolongada e dos perigos naturais da profissão, cerca de 500 caminhoneiros de Uruguaiana estão retidos há duas semanas na fronteira da Argentina com o Chile. Ao todo, são mais de 1000 caminhões conduzidos por motoristas brasileiros que não conseguiram fazer a travessia nos dois lados da fronteira gelada onde as temperaturas variam de -5ºC a -20ºC. Na região, eles ficaram retidos pela neve, que chega a quatro metros de altura, na estrada entre Mendonza, na Argentina e Los Andes, no Chile. Ninguém foi liberado pelo Exército dos dois países para se aventurar no alto da cordilheira onde a chegada de qualquer recurso de socorro seria quase impossível.

AJUDA HUMANITÁRIA – O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Cargas Secas do Mercosul (Sindimercosul) monitora o drama dos profissionais na fronteira. O presidente da entidade Jorge Frizzo disse sábado (11) que não houve nenhum acidente com caminhoneiros. O Exército argentino está prestando ajuda humanitária aos brasileiros fazendo a distribuição de alimentos. “Muitos não aguentam as baixíssimas temperaturas e passam as noites em hotéis, mas a maioria preferiu ficar nos caminhões cercados pela neve densa”, afirma Frizzo.(Diário da Fronteira)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão