Grêmio domina o Corinthians, mas fica no empate em 1 a 1

10 de setembro de 2015

Se não foi o jogo perfeito sonhado por Roger Machado, o empate em 1 a 1 com o Corinthians ficou de bom tamanho para o Grêmio. Com o ponto somado no Itaquerão, chegou a 45 pontos na tabela do Brasileirão e manteve a distância em seis pontos para o líder. No domingo, volta a campo para encarar o São Paulo, na Arena.
A alta intensidade das equipes de Roger e de Tite se fez notar desde o início. Enquanto o Corinthians apostava nos lançamentos em profundidade, o Grêmio buscava a evolução ao ataque na base de passes curtos.
Mas a primeira chegada foi paulista. A quatro minutos, Walace escorregou na frente da área e entregou a bola a Marciel, que arriscou com perigo no canto, obrigando Tiago a fazer boa defesa.
O Grêmio respondeu com força. Aos 11, Douglas executou um lançamento preciso para Pedro Rocha, que disparou pela ponta esquerda, invadiu a área e finalizou em chute cruzado que raspou a trave de Cássio.
Ao passo que uma névoa espessa tomava conta do Itaquerão, o Corinthians passou a arriscar mais. Aos 19, Malcom tabelou com Jadson e ingressou na área. Sorte do Grêmio que, na hora do chute, Galhardo surgiu para afastar o perigo.
Com marcação bem ajustada, o time de Roger Machado se esmerava na troca de passes. E criou boa chance aos 30 minutos, quando Pedro Rocha disparou pela esquerda e cruzou rasteiro para Marcelo Oliveira, livre, concluir para fora.
Ao final do primeiro tempo, o Grêmio ainda teria uma grave baixa. O zagueiro Pedro Geromel sofreu lesão muscular e teve de deixar o gramado em uma maca. Para substituí-lo, Roger Machado mandou o garoto Rafael Thyere a campo.
– Numa partida assim, qualquer detalhe pode definir – resumiu o capitão Marcelo Oliveira.
No retorno do vestiário, o Grêmio, sem mudanças, se manteve vocacionado ao ataque. Tanto que, a um minuto, Walace pegou rebote na entrada da área e arriscou por cima. Logo depois, Marcelo Oliveira criou boa chance. Após jogada pela esquerda, cruzou para Bobô, que escorregou na área e apenas escorou para a defesa de Cássio.
Se errou na primeira, Bobô não perdoou na segunda vez. Após uma bela troca de passes, Marcelo Oliveira recebeu na ponta esquerda e cruzou com precisão para o camisa 13, que abriu o placar aos 13 minutos.
O Grêmio ainda teria um gol anulado por impedimento aos 17. E acabou levando o empate aos 20, quando Jadson cruzou na área e Renato Augusto surgiu com velocidade para superar a zaga gremista e marcar de cabeça.
O gol vitaminou o Corinthians, que se atirou ao ataque. Aos 28, Rildo aproveitou falha da zaga e finalizou com força. Mas aí apareceu a estrela de Tiago, que praticou uma defesa de cinema, impedindo a virada paulista.
O Grêmio ainda teve uma última chance de vencer ao final. Aos 39, Douglas pegou rebote de Cássio dentro da área e mandou por cima.
Fonte: Zero Hora

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão