Lideranças querem a permanência do Sebrae em Carazinho

17 de junho de 2016

Tags:Carazinho
Foto: Divulgação

Representantes da entidades de classe e alguns vereadores estiveram em Porto Alegre na quarta-feira (15) participando de uma reunião com a diretoria do Serviço Brasileiro de Apoio e Micro e Pequenas Empresas – Sebrae no Rio Grande do Sul e o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi. A audiência foi motivada pela mobilização das entidades ante a possibilidade de fechamento de ponto de atendimento na cidade, previsto para o próximo dia 30.

Biolchi destacou a posição estratégica de Carazinho, representando um corredor para outros municípios que se localizam especialmente ao norte e que precisam dos serviços do Sebrae.


Na reunião realizada em Porto Alegre, que contou com a presença do representante da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Gilberto Machado de Pinto, o diretor-superintendente do Sebrae, Derly Fialho, explicou que a entidade está revisando sua estratégia e que o objetivo é focar a atuação num modelo renovado e mais assertivo. “O modelo cumpriu um papel importante nos últimos anos, quando mais de 6 milhões de negócios foram formalizados. Mas precisa ser atualizado, valorizando outros canais de relacionamento e incentivando a parceria com os municípios”, disse Derly, citando a experiência da Sala do Empreendedor.


O presidente da Associação Comercial e Industrial de Carazinho – ACIC, Jocélio Cunha, disse que as entidades compreendem a necessidade de reestruturação, mas também defendem a presença da unidade na cidade. “O Sebrae tem uma importância ímpar pela característica da nossa região. Nesse momento, estamos trabalhando para unir o interesse da entidade ao interesse do município porque precisamos desse serviço”, avaliou.


Proposta entregue

Nesse sentido, as entidades e os vereadores Estevão De Loreno, Gian Pedroso, Daniel Weber e Fernando Sant’Anna de Moraes entregaram uma proposta assinada por Prefeitura, Câmara de Vereadores, CDL, Sindicato Rural e Sindilojas. O município propôs ao Sebrae que preserve o atendimento presencial e que amplie a atuação na região.


O grupo propôs a criação de uma nova regional que contemple melhor divisão geográfica e atenda as regiões do Médio Alto Uruguai, Várzea, Produção e Alto Jacuí, abrangendo 29 municípios.


Conforme acertado na reunião, a proposta será avaliada pelo Sebrae. A pedido do secretário Biolchi, é importante para a comunidade que a avaliação e a resposta sejam anunciadas antes de 30 de junho.


Também acompanharam o encontro o diretor técnico do Sebrae, Ayrton Ramos, e o Gerente de Operações Claiton dos Santos, além do empresário e membro da ACIC, Milton Schmitz, e dos assessores Valmir Mioso e Romero Guerra.(Diário AM)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão