No contra-ataque, São Paulo quebra invencibilidade do Grêmio na Arena pelo Brasileirão

13 de setembro de 2015



Mesmo com público recorde na Arena neste ano, com 46.915 torcedores, o Grêmio acabou perdendo por 2 a 1 para o São Paulo, gols de Alexandre Pato e Rogério — Everton descontou. Além disso, viu a distância para o líder Corinthians aumentar para nove pontos na tabela do Brasileirão. Apesar do resultado, o time de Roger Machado segue em terceiro lugar, com 45 pontos. Volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Atlético-PR, fora de casa.

Antes mesmo de a bola rolar, um clima de surpresa tomou conta da Arena. Durante o aquecimento, Marcelo Grohe havia sentido torcicolo e teve de ser substituído por Bruno Grassi, que faria sua estreia no Grêmio. No banco, o garoto Léo era o reserva imediato, afinal Tiago estava suspenso pelo terceiro amarelo.
De início, o São Paulo demonstrou que iria buscar o ataque. A quatro minutos, Alexandre Pato cobrou falta com perigo, ao lado do gol de Grassi. Aos nove, Pato tentou novamente: após boa jogada pela esquerda, finalizou com um chute potente e obrigou o goleiro gremista a fazer boa defesa.

Embora tivesse mais posse de bola, o Grêmio tinha pouco espaço para criar. A primeira chance perigosa ocorreu a 17 minutos, quando Giuliano recebeu na esquerda, driblou o marcador e arriscou da entrada da área, ao lado do gol de Renan. O Grêmio tentava atacar com bolas alçadas na área, mas faltava qualidade na conclusão.

Enquanto isso, o São Paulo tinha mais objetividade. Aos 28, Carlinhos fez boa jogada pelo meio e arriscou de longe. Atento, Bruno Grassi se atirou no canto esquerdo para espalmar.De tanto tentar, o São Paulo acabou chegando ao gol em uma jogada de contra-ataque. Aos 35, Carlinhos disparou pelo meio e rolou para Alexandre Pato, que limpou a marcação e encheu o pé para estufar a rede de Grassi.

O Grêmio por pouco não empatou no lance seguinte. Após boa jogada criada por Luan, Fernandinho ingressou livre na área. No entanto, não conseguiu concluir antes da defesa de Renan Ribeiro. Aos 42, outra chance: Luan recebeu bola da lateral, girou e concluiu com um chute cruzado, rasteiro, para a defesa do goleiro do São Paulo.
Após o intervalo, o Grêmio mostrou mais força no ataque. Aos cinco minutos, Galhardo serviu Luan, que arriscou fraco para defesa de Renan.

O São Paulo respondeu aos sete, após cobrança de escanteio, em que Carlinhos cabeceou por cima. No minuto seguinte, Pato avançou em velocidade e serviu Ganso, que concluiu para fora.
Aos 11, lance polêmico na Arena. Após receber belo passe, Fernandinho foi derrubado dentro da área. O árbitro Sandro Meira Ricci, no entanto, nada marcou. Aos 14, Douglas serviu Giuliano, que concluiu para boa defesa de Renan Ribeiro.
Buscando mais presença de área, Roger mandou Bobô, Everton e Pedro Rocha a campo. No entanto, pouco conseguia articular jogadas de ataque. Aos 45, Rogério ampliou para o São Paulo em jogada de contra-ataque e só teve o trabalho de desviar de Bruno Grassi para marcar. Já nos descontos, aos 47, Everton aproveitou cruzamento na área e diminuiu para o Grêmio.
Mas, com a derrota, o time de Roger fica a nove pontos do líder Corinthians. Com nove pontos de diferença, o foco vira a busca de uma vaga na Libertadores.
Fonte: Zero Hora


© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão