OBRAS FINANCIADAS PELO GOVERNO FEDERAL ESTÃO ATRASADAS EM ESCOLAS ESTADUAIS

8 de junho de 2016

Foto:Diário da Fronteira

Duas escolas de Uruguaiana estão na mesma situação no que se refere ao andamento das obras das quadras poliesportivas. Tanto o Instituto Estadual Paulo Freire, quanto o Colégio Estadual Doutor Roberval Beheregaray Azevedo estão com as reestruturações acontecendo, porém, as reformas ainda não foram concluídas. O prazo de entrega para as duas quadras era 1º de junho. As obras fazem parte do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do Governo Federal e iniciaram em fevereiro deste ano. Atualmente, cerca de 80 construções estão sendo feitas em todo o Rio Grande do Sul. Até o ano que vem, a expectativa o número deve ser ampliado para um total de 180 quadras. Nas escolas de Uruguaiana, a reforma compreende na cobertura, iluminação interna e revitalização do piso, além da pintura e colocação de redes, traves de futebol de salão e tabelas de basquete.

O trabalho está parado desde o mês passado por conta de problemas apresentados na estrutura metálica dos pavilhões. De acordo com o arquiteto responsável pela 10ª Coordenadoria de Obras Públicas do Rio Grande do Sul (CROP), Carlos Prudencio Antunes, foi constatado que os equipamentos instalados não possuem a resistência adequada para suportar os ventos da região. “Houve um novo cálculo estrutural para a estrutura metálica, com reforços adequados à ação dos ventos e, com isso, houve alterações contratuais nos processos licitatórios. Como sabemos, esses processos dependem de várias etapas de encaminhamentos, inclusive, jurídicos, a publicação em Diário Oficial, e isto está sendo reelaborado nesse momento”, justificou.(Diário da Fronteira)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão