POLÍCIA CIVIL E ROMU PRENDEM ACUSADO DE MATAR JOVEM EM BAILE FUNK EM URUGUAIANA

19 de janeiro de 2017

Tags:

Um jovem e mais algumas pessoas se envolveram em uma briga na segunda-feira (16), na Rua Feliciano Ribeiro. No momento, foi acionada a Ronda Ostensiva Municipal Urbana (ROMU) que chegou ao local e foi informada que Paulo Ricardo Ferreira Oliveira, vulgo Orelha, do bairro Proficar, era o suspeito de ter assassinado a facadas Carlos Henrique Ribeiro Pinto, em 20 de dezembro de 2015. Na ocasião em que os policiais interrogavam, Orelha teria mentido o nome.
Após revistas na casa do acusado, foi confirmado que ele era o mesmo suspeito da morte de Carlos Henrique. Já havia no nome de Paulo Ricardo um pedido de prisão preventiva pelo crime. Segundo a delegada da 2ª Delegacia da Polícia Civil, Alessandra Siqueira, a polícia já estava procurando pelo suspeito há tempos. “A Romu foi atender um caso de briga. Os familiares da vítima estariam linchando o Orelha e quando foi pego ele mentiu o nome. Então, o pessoal foi até a casa dele e viu que ele estava mentindo. De suspeito do crime, só estávamos buscando por ele. Pois o outro acusado, Bruno Bica,  conhecido como Serena, já havia sido recolhido”, constatou a delegada. Após a prisão, Paulo Ricardo, o Orelha, foi encaminhado para a Penitenciária Modulada de Uruguaiana.

CRIME – O assassinato aconteceu em 20 de dezembro de 2015. Os jovens estavam em um baile funk na Rua Uruguai, na União das Vilas. Carlos Henrique levou facadas que lhe provocaram um corte na cabeça e outro na altura do pescoço. O jovem de 20 anos foi até a sua residência e encontrou com a mãe que o levou para o Pronto Socorro, mas infelizmente a vítima não resistiu e morreu antes mesmo de receber o atendimento. (Diario da Fronteira)


© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão