Polícia responsabiliza 8 adultos e 7 adolescentes por morte de Brigadiano em São Gabriel

5 de janeiro de 2017

Tags:

A Polícia Civil concluiu o inquérito da investigação da morte do policial militar Bento Junior Teixeira Borges, 36 anos, que foi espancado durante confusão em um posto de combustíveis e morreu no hospital no dia 25 de dezembro de 2016. Oito adultos foram indiciados e sete adolescentes foram responsabilizados pelo crime.

O caso ocorreu em São Gabriel, muncípio da Região Central do Rio Grande do Sul. O resultado da investigação foi divulgado nesta quarta-feira (4). Na ocasião, um jovem de 16 anos morreu por um tiro disparado pelo Brigada Militar.
Os adultos foram indiciados por homicídio qualificado por motivo torpe. Um deles ainda vai responder por receptação e porte ilegal de arma de fogo. Os adolescentes foram responsabilizados por homicídio e dano qualificados.
Os suspeitos tiveram prisão preventiva decretada após serem identificados nas imagens registradas pelas câmeras de segurança e nos vídeos que mostram o momento do homicídio. Todos estão detidos.
De acordo com a Polícia Civil, o soldado tentou separar uma briga e acabou agredido por um grupo de pessoas. O delegado José Bastos disse que, pelas imagens e depoimentos de testemunhas, Bento Junior agiu em legítima defesa, atirando para se defender das facadas.
O delegado disse ainda que não vai investigar Brigadianos suspeitos de omissão de socorro. No entendimento da polícia, isso deve ser julgado pela Justiça Militar. Esse outro inquérito deverá ser concluído até março. (G1/RS)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão