Presidente do México nega que pagará muro na fronteira, mas não comenta sobre visita aos EUA

26 de janeiro de 2017

Tags:
Foto: Reprodução
O presidente do México, Enrique Peña Nieto, voltou a dizer que não pagará pelo muro na fronteira dos EUA, como quer Donald Trump, mas não comenta sobre se manterá a visita da próxima terça-feira (31) a Washington. Peña Nieto foi pressionado durante todo o dia por seus opositores a cancelar o encontro com Trump na Casa Branca, em retaliação ao decreto anunciado nesta quarta-feira (25) por seu colega americano.
À noite, porém, fez um comunicado condenando a decisão de Trump. “Lamento e reprovo a decisão dos EUA de continuar a construção de um muro que deseja há anos que, longe de nos unir, nos divide”, disse. “O México não acredita nos muros. Disse uma e outra vez, o México não vai pagar por nenhum muro. O México oferece e exige respeito, como a nação soberana que somos.”
No discurso, disse que orientará a defesa de seus cidadãos no exterior e que sua equipe da Secretaria das Relações Exteriores discutirá com o Senado quais são “os próximos passos a tomar”, mas não fez menção à viagem.
A declaração foi feita às 20h30min locais (0h30min de quinta em Brasília), quase 12 horas depois do anúncio de Trump e após receber fortes críticas da oposição a seu partido, o centrista PRI.
Candidato à Presidência em 2006 e 2012 e principal militante da esquerda mexicana, Andrés Manuel López Obrador, disse que vai recorrer a tribunais internacionais para impedir a construção da barreira.
“Trump: seu muro nos agride e deixa a Estátua da Liberdade como lenda. Iremos a tribunais internacionais. Viva a fraternidade”, declarou o presidente do Movimento Regeneração Nacional (Morena), em um canal oficial. (O SUL) 

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão