PREVISÃO CONFIRMADA: COLHEITA DO ARROZ ENCERRA COM QUEDA DE 15% EM URUGUAIANA

31 de maio de 2016

A colheita do arroz chegou ao fim na última semana. No município, maior produtor do cereal no país, as perdas chegaram a 15%, segundo dados do Instituto Riograndense do Arroz (IRGA). Os agricultores iniciaram o trabalho em fevereiro. Antes mesmo de a colheita iniciar, a expectativa entre os produtores do Rio Grande do Sul não era muito animadora. As previsões apontavam uma queda de 15% na produtividade em todo o estado e se confirmaram em Uruguaiana. Os principais motivos são o aumento no custo de produção, com reajustes no adubo, energia e diesel, e o El Niño. Ademais, as chuvas de setembro e outubro de 2015 atrasaram o plantio. Já em dezembro, muitas plantações ficaram alagadas por causa das cheias dos rios. Na safra passada foram colhidas uma média de 8,9 toneladas de arroz por hectare. Já este ano, a produção rendeu cerca de 8 toneladas por hectare. Além disso, vários agricultores acabaram reduzindo as áreas de plantio devido às enchentes. Conforme o engenheiro agrônomo do IRGA, Cleiton José Ramão, o excesso de chuvas foi prejudicial tanto no período da semeadura, quanto durante a colheita. “Com o grande volume de chuva e as enchentes que aconteceram, os produtores atrasaram o plantio. Durante a colheita as máquinas não podiam dar continuidade ao processo porque também tivemos chuva e o grão ficava úmido, foi necessário esperar o sol pra secar a plantação”, explica.(Diário da Fronteira )

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão