PROPRIETÁRIOS DE IMÓVEIS CONTABILIZAM PERDAS COM PICHAÇÕES

10 de maio de 2016

Foto:Diário da Fronteira 

Além de causarem danos ao Poder Público, os pichadores também causam prejuízos aos proprietários de imóveis residenciais com “rabiscos” que poluem visivelmente a maioria dos bairros e centro de Uruguaiana. A Brigada Militar e a Romu têm realizado prisões de jovens, muitos menores de idade e que possuem este hábito. Eles são apresentados no plantão da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e, posteriormente, liberados sob a custódia dos pais. Para os maiores de idade é estipulada pelo delegado plantonista o pagamento de uma fiança. Muitos acabam na Penitenciária Modulada acusados pelo crime de dano ao patrimônio público.

Em Uruguaiana, os pichadores estão ocupando cada vez mais os imóveis particulares, principalmente, paredes e muros, com suas críticas sociais expostas numa caligrafia própria da categoria. Em reportagem ao jornal DIÁRIO DA FRONTEIRA, A dona de casa Carmem Dora, residente na Rua Bento Martins, proximidades do centro da cidade, afirmou que é uma vítima constante da ação desses vândalos que agem na calada da noite. Carmem contou à reportagem que adquiriu o imóvel, no bairro Santana, há quatro anos e, neste período, perdeu as contas de quantas vezes pintou a parede e o muro da sua residência. “Tudo isso resulta em despesas com a contratação de pintores, solventes e tinta”, relata. Outra vítima da ação dos pichadores mora no outro lado da rua. Ela possui um prédio residencial de dois pisos que, frequentemente, é atacado pelos pichadores. O proprietário também já perdeu as contas de quanto já desembolsou para apagar as pichações e pintar a residência. Carmem Dora acredita que uma ação mais constante da Brigada Militar e da Romu poderia intimidar os vândalos. “Por enquanto, só me resta mandar pintar mais uma vez minha casa”, conclui a dona de casa, que se mostra indignada.



Fonte:Diário da Fronteira 

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão