CHINA COMPROU 67% DA SOJA BRASILEIRA EM 2022

20 de junho de 2022

Volume é 12% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado. Espanha e Holanda também adquiriram volumes significativos

A China importou 28,743 milhões de toneladas de soja do Brasil de janeiro a maio de 2021. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, o volume é 12% inferior às 32,735 milhões de toneladas em 2021. O país é o maior comprador da oleaginosa brasileira. Em segundo lugar, ficou a Espanha, com 2,098 milhões de toneladas, 21% acima de igual período do ano passado. Em terceiro lugar aparece a Holanda, com 1,371 milhão de toneladas, queda de 11% ano a ano.

No geral, as exportações brasileiras de soja em grão totalizaram 43,023 milhões de toneladas em 2022, com uma receita cambial de 24,1 bilhões de dólares. No entanto, em igual período do ano passado foram 46,471 milhões de toneladas, sendo que em todo o ano de 2021 o Brasil exportou 86,1 milhões de toneladas, faturando 38,6 bilhões de dólares.

Subprodutos da soja No caso do farelo de soja, de janeiro a maio deste ano, o Brasil já embarcou 30% a mais do que em igual período do ano passado, chegando a 8,2 milhões de toneladas. Assim, a receita cambial dessas exportações já totalizam 4 bilhões de dólares.

Quanto ao óleo, em cinco meses, foram quase um milhão de toneladas embarcadas (0,95 milhão de tonelada), crescimento de 58% frente ao mesmo período de 2021. (Agência Safras)

© Védera Nutrição Animal - Todos os direitos reservados.

- AOVIVO - Informação 24h de plantão